Minha irmã é Bi-Campeã Pan-americana de Powerlifting!!!!!

Não teve recepção calorosa no aeroporto de Navegantes, com flashes disparando de todas as direções. Nem desfile em um caminhão do corpo de bombeiros. Muito menos uma festa com direito a entrega da chave da cidade e fogos de artifício.
Mas a bandeira e o hino tocado em Miami – Flórida/USA – no dia 07 de agosto, quinta-feira, foram do Brasil. E quando vimos o vídeo feito na minha sansung 7.0mp, mesmo tremido, rolou uma emoção.
Ana Rosa Castellain, minha querida irmã caçula, foi campeã no 12º Campeonato Pan-americano de Powerlifting, na categoria até 67kg. Além da medalha de ouro, a menina conquistou o título de Melhor Atleta Open Feminino. Em três movimentos – terra (192,5kg), supino (130kg) e agachamento (222,5kg – recorde Sul-americano) – ela levantou 545kg. É mais de meia tonelada.
O esporte Powerlifting – levantamento de potência ou peso – pode não ser famoso ou ter a importância de outros. Mas nós, da família, imaginamos toda a cena que envolve uma conquista esportiva internacional por uma atleta de uma cidadezinha qualquer: os flashes, o caminhão de bombeiros, os fogos que sempre acontecem em esportes tradicionais. Como é gostoso o sentimento, a alegria, toda essa energia que envolve uma conquista, quando isso acontece próximo da gente. Porque o que nos deixou felizes foi a realização de mais um projeto de Ana. Mais um sonho. Mais uma vitória. E ela merece o reconhecimento pela sua determinação, pela sua disciplina, pela sua “força de vontade”.
Agora ela é bi-campeã das Américas. Já havia conquistado em 2007, só que na categoria até 56kg. Também foi convidada para participar do Arnold Sports Festival 2010, que acontecerá no mês de março, na cidade Columbus – Ohio – USA.
Fala sério: tô fraco de irmã???

2 comentários:

  1. Parabéns.....ela se dedicou muito para isso ecom certeza ela merece..bjs

    ResponderExcluir
  2. Júlio felicidades para todos de sua família.
    Sucesso e saudações a grande campeã, o que importa não são os flasches e sim os sonhos.

    Abraços,
    Keli Wolinger

    ResponderExcluir