Visite o blog da Anna...

É, meus amigos, às vezes a vida nos dá duros golpes. Muitos se dão por vencidos por qualquer acontecimento. Outros, vão à luta. Não desistem. Hoje recebi um e-mail da querida Tacianne, de Recife/Olinda. Ela e seus amigos estão realizando uma corrente para ajudar sua amiga Anna Reithler, que luta contra o lupus numa condição rara, como ela mesma menciona na carta que transcrevo abaixo. Sei que não podemos resolver todos os problemas da humanidade. Mas sempre podemos fazer alguma coisa, por menor que seja. Então, por que não fazer?
Abraços


Para saber sobre LUPUS, CLIQUE AQUI!
.............................................

Amigos,

Alguns de vocês já devem saber da existência de uma amiga querida que luta contra o lupus numa condição muito rara.

Neste momento, em especial, ela está com as mamas necrosadas, decorrentes de tentativas e cirurgias anteriores que não obtiveram sucesso. Necessita cirurgia e prótese especial. É uma luta diária, inclusive jurídica, por medicamentos e liberação de tratamento junto ao plano de saúde, mas tudo num ritmo muito difente da necessidade real.

Criamos um blog com objetivo de divulgar um pouco desta história e agora também serve para falar de 3 rifas que estão acontecendo. Você escolhe entre uma TV, um Quadro ou Microondas para transferir o respectivo valor para a conta corrente dela e encaminha seu nome e telefone para anareithler@yahoo.com.br para que concorra.

Comprando uma rifa de apenas R$5 ou R$10 ou mesmo divulgando o blog para outros amigos você pode ajudar muito!

Clique neste link  http://amigosdeanna.blogspot.com/  e conheça um pouco mais e dados de como ajudar. É verdade, sério e urgente pois a cirurgia precisa acontecer o mais breve possível. 

Um grande abraço e muito obrigada!!!
Taci

Vem andar comigo...

O que eu também não entendo

Essa não é mais uma carta de amor
São pensamentos soltos
Traduzidos em palavras
Prá que você possa entender
O que eu também não entendo...

Amar não é ter que ter sempre certeza
É aceitar que ninguém
É perfeito prá ninguém
É poder ser você mesmo
E não precisar fingir
É tentar esquecer
E não conseguir fugir, fugir...

Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém
É por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito
Mas com você eu posso ser
Até eu mesmo
Que você vai entender...

Posso brincar de descobrir
Desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos
E até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você
Eu tô tranquilo, tranquilo...

Agora o que vamos fazer
Eu também não sei
Afinal, será que amar
É mesmo tudo?
Se isso não é amor
O que mais pode ser?
Tô aprendendo também...
Jota Quest

Amor Perfeito

Fecho os olhos pra não ver passar o tempo
Sinto falta de você...
Anjo bom, amor perfeito no meu peito
Sem você não sei viver
Então vem...
Que eu conto os dias, conto as horas pra te ver
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você...
Os segundos vão passando lentamente
Não tem hora pra chegar
Até quando te querendo,te amando
Coração quer te encontrar
Então vem...
Que nos teus braços esse amor é uma canção
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você...
...
(**) Eu não vou saber me acostumar
Sem suas mãos pra me acalmar
Sem seu olhar pra me entender
Sem seu carinho, amor, sem você
Vem me tirar da solidão,
Fazer feliz meu coração
Já não importa quem errou
O que passou, passou
Então vem, vem, vem...
Roberto Carlos
(**) Nem eu, nem você

A mulher que passa

Meu Deus, eu quero a mulher que passa.
Seu dorso frio é um campo de lírios
Tem sete cores nos seus cabelos
Sete esperanças na boca fresca!

Oh! Como és linda, mulher que passas
Que me sacias e suplicias
Dentro das noites, dentro dos dias!

Teus sentimentos são poesia
Teus sofrimentos, melancolia.
Teus pêlos são relva boa
Fresca e macia.
Teus belos braços são cisnes mansos
Longe das vozes da ventania.

Meu Deus, eu quero a mulher que passa!

Como te adoro, mulher que passas
Que vens e passas, que me sacias
Dentro das noites, dentro dos dias!
Por que me faltas, se te procuro?
Por que me odeias quando te juro
Que te perdia se me encontravas
E me encontravas se te perdias?

Por que não voltas, mulher que passas?
Por que não enches a minha vida?
Por que não voltas, mulher querida
Sempre perdida, nunca encontrada?
Por que não voltas à minha vida
Para o que sofro não ser desgraça?

Meu Deus, eu quero a mulher que passa!
Eu quero-a agora, sem mais demora
A minha amada mulher que passa!

No santo nome do teu martírio
Do teu martírio que nunca cessa
Meu Deus, eu quero, quero depressa
A minha amada mulher que passa!

Que fica e passa, que pacifica
Que é tanto pura como devassa
Que bóia leve como cortiça
E tem raízes como a fumaça.


Vinícius de Moraes

A AUSENTE

Amiga, infinitamente amiga
Em algum lugar teu coração bate por mim
Em algum lugar teus olhos se fecham à idéia dos meus.
Em algum lugar tuas mãos se crispam, teus seios
Se enchem de leite, tu desfaleces e caminhas
Como que cega ao meu encontro...
Amiga, última doçura
A tranqüilidade suavizou a minha pele
E os meus cabelos. Só meu ventre
Te espera, cheio de raízes e de sombras.
Vem, amiga
Minha nudez é absoluta
Meus olhos são espelhos para o teu desejo
E meu peito é tábua de suplícios
Vem. Meus músculos estão doces para os teus dentes
E áspera é minha barba. Vem mergulhar
em mim
Como
no mar, vem nadar em mim como no mar
Vem te afogar em mim, amiga minha
Em mim como no mar...
Vinicius de Moraes

Hoje é Drummond...

Os ombros suportam o mundo 
Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus. 
Tempo de absoluta depuração. 
Tempo em que não se diz mais: meu amor. 
Porque o amor resultou inútil. 
E os olhos não choram. 
E as mãos tecem apenas o rude trabalho. 
E o coração está seco. 

Em vão mulheres batem à porta, não abrirás. 
Ficaste sozinho, a luz apagou-se, 
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes. 
És todo certeza, já não sabes sofrer. 
E nada esperas de teus amigos. 

Pouco importa venha a velhice, que é a velhice? 
Teus ombros suportam o mundo 
e ele não pesa mais que a mão de uma criança. 
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios 
provam apenas que a vida prossegue 
e nem todos se libertaram ainda. 
Alguns, achando bárbaro o espetáculo 
prefeririam (os delicados) morrer. 
Chegou um tempo em que não adianta morrer. 
Chegou um tempo que a vida é uma ordem. 
Carlos Drummond de Andrade

Tem gente...

Tem gente querendo mandar mensagens
Onde a sintonia tem outra dimensão
Tem gente querendo competir
Onde não há competição
Tem gente querendo ocupar corações
Onde o sentimento é imutável
Tem gente querendo marcar território
Onde as cercas são de liberdade
Tem gente perdendo seu tempo
Onde o tempo é senhor da razão
Tem gente apostando em desencontros
Onde o encontro é eternamente o inevitável
Tem gente querendo vitória
Onde já existe vencedor

Selo de Qualidade - Eu indico!










É isso ai galera! Ganhei este selo (e repasso) do blog .::Anacronica::. Da amiga Keli Wolinger. E para a brincadeira não parar indico mais alguns amigos.
Grato desde já pela indicação, abaixo as regras:


1. EXIBA A IMAGEM DO SELO "OLHA QUE BLOG MANEIRO"
2. POSTE O LINK QUE TE INDICOU
3. INDIQUE PESSOAS DE SUA PREFERÊNCIA
4. AVISE SEUS INDICADOS
5. PUBLIQUE AS REGRAS
6. CONFIRA SE OS BLOGS INDICADOS REPASSARAM OS SELOS E AS REGRAS

Eu indico:

Abraços...

Pode escrever aí...

" Sabedoria é saber contar os amigos quando se chora e não quando se ri. 
É fácil ter amigos no divertimento. 
Mas a verdade da amizade revela-se nas lágrimas, na provação."
(Marko Ivan Rupnik)

Mensagens do "Gladiador"

“Meu nome é Maximus Decimus Meridius, comandante das tropas do norte, general fiel ao verdadeiro imperador Marcus Aurelius, pai de um menino assassinado, esposo de uma mulher assassinada, e terei minha vingança nessa vida ou na outra!”
Frases proferidas pelo personagem interpretado por Russel Crow, em Gladiador.

Vinicius explica bem isso tudo...

Republicando, porque é perfeito demais.
...
Eu sei e você sabe
Já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe
Que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham a você.

Assim como o Oceano, só é belo com o luar
Assim como a Canção, só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem, só acontece se chover
Assim como o poeta, só é bem grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor, não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você!
Vinicius de Moraes

 Veja/ouça no Youtube - Interpretado por Osvaldo Montenegro