Carta para uma menina...

Não. Hoje não é você que eu quero.
Você chega a qualquer momento,
Não pede licença.
Apodera-se dos meus pensamentos.
É sempre a mesma coisa, o mesmo jeito.
Seu cheiro perfeito, presença que conforta.
Não, hoje não é você que quero.
Sei que você me faz companhia,
Aparece todos os dias,
Me ajudando a caminhar.
Mas hoje, não é você que quero.
Sua imagem é luz nos meus dias,
Sei que é do coração que cativas,
E surges linda, dia após dia.
Mas hoje, hoje não é você que eu quero.
Sei que vais entender,
E poderás até me ajudar.
Vá, saudade.
Só por hoje preciso dela de verdade.

16 comentários:

  1. Julio
    Lindo poema...muita inspiração
    Adorei

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. Ai , que chorei aqui homam.
    Tava danada porque vc tava dispensando (o que eu achava que era) a moça!

    Ficou lindo, lindo, lidnoooo!!!!

    Beijo e bom dia!

    =)

    ResponderExcluir
  3. Acontece assim muitas vezes.
    Alguém a invadir os nossos pensamentos sem pedir licença, mas que diferença faz? Se pedisse nós dávamos!

    L.B.

    ResponderExcluir
  4. Júlio

    estou ausente, mas não é nada de mais
    está tudo bem por aqui...

    Ando ocupada com minha caixa de e-mails que está lotada,
    e alguns para retornar
    mas está tudo certinho...

    bjsss

    ResponderExcluir
  5. Ah, cantar a saudade em versos! Você descreveu aí toda a necessidade um do outro.

    Hoje, sem saudade
    Pois, quero ela
    de verdade.


    Ah, Julio que lindo o seu poema! É bom demais sentir saudade pra depois matá-la aos poucos!

    Um beijo enormeeeeeee!

    ResponderExcluir
  6. Júlio
    eu falo viu, e muito...rsrsrs
    e conforme te escrevi estou acertando meus e-mails...
    e retornando todos


    bjsss

    ResponderExcluir
  7. Que lindo o poema *--*

    Você que fez?

    Estou seguindo você

    :)

    ResponderExcluir
  8. ...
    SONHADORA, grato pelo carinho.
    Bjs.
    ...
    ANA CRISTINA: Fico feliz que vc gostou.
    Bjs.
    ...
    ANA: Grato pela visita de sempre.
    Bjs pra vc.
    ...
    LÍDIA: É bem isso mesmo. rs
    Bjs.
    ...
    ABSTRATA: Mulher misteriosa.
    Aceito, em termos, as palavras...
    Bjs pra vc.
    ...
    ANDRÉ: Isso mesmo.
    Abraço.
    ...
    JACQUE querida, obrigado pelas letrinhas.
    Bjs pra vc.
    ...
    KELLEN: As letrinhas são sim. Grato.
    Bjs.
    ...

    ResponderExcluir
  9. Muito bem colocado...eterna companheira indesejada...rsrs

    []'s

    ResponderExcluir
  10. ...
    Grato pela visita, RAFAEL.
    Abraços.
    ...

    ResponderExcluir
  11. Sempre fui apaixonada pela escrita,
    as letras me encantam pela possibilidade de brincar e jogar com elas,
    vários sentidos, interpretações diversas, mudar o rumo de um texto e toda idéia de um texto apenas com uma palavra, um verso. É lindo.
    a frase reveladora do real remetente da carta é o verso "Vá, saudade.", já no final do poema. Perfeito. Durante todo o texto, achei mesmo, como já uma outra comentarista havia feito, que você estava dispensando a menina, e então o poema se torna claro a partir desse verso, desfecho inteligente, perfeito. Amei.

    ResponderExcluir
  12. ...
    Olá YAASMIIN...
    Grato pelas letrinhas e pela visita.
    Beijos pra vc, menina.
    ...

    ResponderExcluir