...


Essa é a sina
Que é tormento e fascínio
Loucura e delírio
A metade, meu todo
Onde tudo posso encontrar
...
Que lugar é esse
[Que sombra é essa]
Que espanta e se dissipa
Que aperta a alma
[hesita]
Mas finge acreditar
...
Considero a velha estrada
Perseverante
[Ou só de metido]
Ombros largos têm sua razão
Na mão esquerda uma rosa alvinegra
A outra
Na contramão

16 comentários:

  1. Nossas metades são tão diferentes, mas ao mesmo tempo tão iguais.
    Há de se entender que preferimos sempre a velha estrada.

    Beijo, meu querido

    ResponderExcluir
  2. Bela poesia!
    Tem selo p vc no meu blog!
    Bjs! Lu

    ResponderExcluir
  3. belo poema, julio.
    bela rosa... alvinegra...

    ResponderExcluir
  4. Apesar de bastante abstrato é um belo poema que cabe várias interpretações.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  5. Garoto, cheguei aqui por acaso e fiquei por isto. Muito bom seu espaço , otimas postagens ...
    Voltarei outras vezes.
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Julio
    Belo poema...adorei.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  7. Belissimo poema...Amei a última estrofe...

    Abração...

    ResponderExcluir
  8. Reticências sempre dizem mais de nós do que podemos expressar!
    Somos todos sombras na estrada, caminhando e buscando, a nossa metade completar...


    milhões de beijos

    ResponderExcluir
  9. Linda poesiaaaaaaa!!!!

    Boa semana amigo

    ResponderExcluir
  10. Belissímo poema Julio,
    belíssimo!

    Um beejo...

    ResponderExcluir
  11. Olhe o infinito…

    O céu azul, o mistério da natureza que nos dá todas as alegrias do mundo…
    Visite: Mensagens, Papel de Parede, Videos Bom dia!
    é a palavra mágica que faltava nesta manhã, e vem expressar à você,
    o maravilhoso amanhecer que lhe desejo, repleto de amor,
    prosperidade e paz…
    Hoje certamente, tudo dará certo,
    o seu caminho será suavizado pela brisa do ar,
    que chegará até você de mansinho,
    trazendo com ela o aroma das flores, que darão colorido ao seu dia.
    Tudo isso Deus coloca ao nosso alcance,
    para avaliarmos o magnífico presente de estarmos vivos
    e sobretudo podermos dizer:
    Bom Dia!!!
    Eu gosto muito de você e lhe desejo mil alegrias!!!

    (texto da net).

    beijooo.

    ResponderExcluir
  12. Uma rosa alvinegra, rara, enigmática, única, mantenha-a sempre em sua mão..
    adoro suas imagens e letrinhas.
    bjokas

    ResponderExcluir
  13. E que sejam assim todas as nossas sombras e rosas, negras ou não.
    Bjos mil

    ResponderExcluir
  14. oi júlio, legal o poema, abração...não some.

    ResponderExcluir
  15. Poema cool.Ei pai essa foto ali é tu?^^

    ResponderExcluir
  16. Ótimas palavras, caminhos que seguem a estrada, a velha estrada da razão e emoção!
    Um abraço Júlio!

    ResponderExcluir