Percepções

...
Na outra face, há dúvida
Olhar profundo, taciturno
Distante daquilo que ouve
De certos pares que perdeu
...
De caminhos cruzados
De outros vocabulários
Inquieta, inconstante
Que pergunta se entendeu
...
O pensamento não é falho
O olhar é que é embaçado
Eu conheço essa ausência doída
Com uma camada de orvalho
...

6 comentários:

  1. meu querido
    Um belo poema...para ser lido nas entrelinhas, diz tanto.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. Das ausências ao embaraço da razão.
    Às vezes dói!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Delícia de texto. Percepção da razão em nós. Mesmo quando o coração te empurra pro lado que dói. Belas palavras falam de sentimentos. Uma ótima semana pra ti.

    ResponderExcluir
  4. Olá poeta Gilmar, a inspiração e o talento não te abandonarão nunca.Belíssimo poema!!! D+!!
    Beijosss da ausente, mas sempre presente.rs]

    ResponderExcluir
  5. ...
    ...AVISO:
    ...
    EM ALGUNS NAVEGADORES ESTE POST PODE APRESENTAR PROBLEMAS DE VISUALIZAÇÃO.
    ...

    ResponderExcluir