Da luz que sempre vem


 
...
Tem um vento sacudindo por aqui
Pensamentos remotos
De outonos febris
Reflexo dialético
Entre tantas contradições
Não tenho pressa de entender
Apenas apreço por viver
...

9 comentários:

  1. Meu amigo
    Se tentamos entender tudo, a vida passa e esquecemo-nos de viver.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. Bons ventos meu amigo varrem para longe os males do mundo. saudade. bjo

    ResponderExcluir
  3. Olá Julio
    Realmente a pressa é de viver, porque o tempo não para.
    Abração

    ResponderExcluir
  4. ___Tem um vento sacudindo por aqui___

    por isso vim ver vc AMIGO

    BOA NOITE

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Aqui tem uma brisa suave, cantando suas lindas palavras aos meus olhos.

    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  6. Oi Júlio, bons ventos te trouxeram. Cadê você, amigo poeta? O talento e a sensibildade sei que continuam por aqui.

    Um beijo, poeta do tempo.:)

    ResponderExcluir
  7. luz, ainda que tardia, sempre um porvir.
    é bom voltar aqui pra me iluminar um pouco das suas palavras.

    abraçao do

    roberto.

    ResponderExcluir
  8. Ola tudo bem com voce?
    estol paçado poraqui para pecota a voce se voce não quer façe paceria de blog comigo?
    acesse o meu blog http://avozdafenet.blogspot.com
    e mi adicina no msn que e abraao_sousa_ap@hotmail.com ate+

    ResponderExcluir
  9. eeeeeeeeeee!!!!
    Está volta!

    Belo poema! Nada precisa ser entendido, apenas vivido!

    beejo!

    ResponderExcluir