Resignação




...
Cai chuva, é o que ouço
Ainda tenho esta percepção
Vejo tudo o que me rodeia
Calado, com uma flor na mão
Quem pode predestinar caminhos
Sem saber das tormentas que virão
Sentir essa chuva cair
É meu privilégio desde então
...

10 comentários:

  1. Lindo...lindo...lindo


    A abstração da imagem da chuva caindo,
    gota a gota...
    quase ouço o barulho dela
    em silêncio




    Querido demais

    ResponderExcluir
  2. Lindoooooooooo
    Amoooooooooooooooo
    chuva
    seus pingos
    gotejando
    ohhhhhhhhhhhhhhhhh
    DELÍCIA!!!

    bjs JuLIO!!!

    ResponderExcluir
  3. Lindo, lindo e lindo!!!!!!

    Gosto de sentir a chuva cair...

    Há dias sinto chuvas por aqui, e hoje fui um dia que deliciei-me sob ela!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. escutar a chuva cair é um momento lindo....

    beijosss

    ResponderExcluir
  5. não há dúvida nehuma de que "sentir" é, mesmo , um privilégio.quanta gente há que anda neste mundo incapaz de sentir na verdadeira acepção da palavra?
    ______
    gostei!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, Júlio!! Você não imagina..., estou lendo seu lindo poema e vendo a chuva cair. Adorei, Julio. Resignação tem sido a minha palavra de ordem . Mas, ao ler seus versos, ela ( a resignação) me soou diferente, soou como a palavra esperança ...

    Um beijo, poeta talentoso.

    * A imagem é de uma cumplicidade com suas letrinhas, muito linda também. :)

    ResponderExcluir
  7. Belissimas sensações a chuva, a tudo que rodeia o mundo...abraços de bom dia.

    ResponderExcluir
  8. São essas pequenas coisas , estas percepções que nos fazem sensiveis.
    Lindo viu.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  9. Muito bonito, profundo....
    "Quem pode predestinar caminhos não é, sem saber das tormentas que virão"

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Uma beleza tuas letrinhas - imensas. Gostei muito! Abraços!

    ResponderExcluir