Acareação


Acordei decidido:
Vou encarar o espelho
E vi refletido
Meu rosto, meus pensamentos,
Minha vida e minhas ações
Queria quebrá-lo ao meio
[ou em mil pedaços]
Mas não posso culpá-lo
Ele apenas me mostrou quem sou
E eu não gostei do que vi

Pudera eu ser um beija-flor
[livre, leve, rápido]
Que escolhe o pólen com precisão
Uma bela caça ao predador
Porém, sabe que é o preço que se paga
Por ele não ser apenas mais um pássaro

Quem cutuca onça com vara curta
Tem duas opções:
Uma é correr
E a outra
Você sabe me dizer?

7 comentários:

  1. ...levar um amigo que corre menos que você...rsss...

    beijos!

    (melhor não cutucar, neh!)

    ResponderExcluir
  2. O espelho nos mostra quem somos em aparência, mas por dentro podemos provar que somos mais além.Se não se gosta se pode reinventar!

    Tenho que concordar com o comentário acima, melhor nem cutucar...ficar na paz é sempre o melhor a se fazer...

    Abraços e tenha um Dom Dia!=D

    ResponderExcluir
  3. Espelhar-se correndo contra o tempo, rs...

    Beijos querido

    ResponderExcluir
  4. A outra opção meu caro, é encarar a realidade que se apresenta. Assim, nua e crua diante dos olhos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. a outra é estar armado até os dentes


    abs

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Espelho...só o meu! De amigo a carrasco...Lembro que dei um soco em um, o fiz em pedaços. O motivo? Insistia em me contrariar, apontar minhas falhas...Não aguentei! Eu diria que cutucar as nossas onças só nos dá três opções: Fugir, encarar ou se deixar devorar.

    Bjo grande e abraço na alma.
    Diva L.
    //salto15vermelho.blogspot.com

    ResponderExcluir