Ventos, raios e relâmpagos

De tudo
Dos mistérios da vida
Eu pouco sei
Há dezoito luas grandes
Achei que tivesse ficado sem
Quando, na verdade
Fora acrescentado
[e partilhado com muitos]
Ela virou filha do vento
A minha mãe: Filha do vento

4 comentários:

  1. Boa, Júlio!! Gostei...misturou e encaixou muito bem!

    []s

    ResponderExcluir
  2. Poesia pura, dessas simples feitas de vento e nuvens e sol.

    Saudades de você.

    ResponderExcluir
  3. Nesta vida conheci muitos amigos,mas esse blog realmente é um Sonho De Deus. Pois tem me dado amigos especiais. Amigo não é uma definição escrita ou falada,mas é o carinho o mimo de cada um sem dar,pedir nada. Obrigado pelos mimos,agradeço pelo carinho com o Sonhos De Deus. Gostaria muito de ti ver no feita poesia que é um pouco de mim se gostar me segue e comenta vou ficar muito feliz e vai me dar muito animo esta dificil não conseguir interagir com quem aprendi a amar a cada dia o feita poesia vai me colocar perto de vc ...Uma linda semana iluminada fica com papai do céu ! http://soueufeitapoesia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Julio..
    Tranquilo?
    Será que você tá com alguma postagem no forno pra passar pra nós..?
    Você precisando passar novidade por aqui e eu precisando estar no twitter...rsrs
    Abraços

    ResponderExcluir