O dia seguinte



...
Já tem céu claro
Tem pássaros, raros
Que gritam sem parar
...
Duvidaram da criança
Injetaram medo
[clausura latente]
Fugiu a esperança
...
Mas o céu já está claro
E de tudo que é raro
[sentimento espontâneo]
Sabe libertar
...

Um comentário: